Usos da Hortelã Pimenta

o óleo de menta ou hortelã é muito associado as questões respiratórias favorecendo a expectoração usada em renites (não alérgicas), sinusites e resfriados e realmente é verdade. Seu óleo tem ação mucolítica e expectorante, agindo nos resfriados e sinusites. Mas podem ajudar em outras situações como por exemplo, nas dores de cabeça, náuseas e vômitos, mal dos transportes.

A forma de usar o óleo essencial é muito importante para obtermos máximo do seu potencial. Lembre-se a planta deixou de forma concentrada no óleo, como diria Paracelso, uma intenção terapêutica. Se aprendermos a usar adequadamente o óleo iremos nos beneficiar destes presentes da natureza.

Para dores de cabeça: o ideal é o óleo de menta a 5% em óleo fixo preferencialmente em frasco roll-on, já que este pode ser facilmente transportado e com aplicação fácil como nas áreas indicada na figura abaixo:

Devemos ter o cuidado ao aplicar em manter uma distância dos olhos para evitar irritações. Também é possível utilizar no difusor aplicando 2 gotas.

Para náuseas e vômitos é possível preparar uma mistura de óleo essencial de gengibre e óleo de menta (10:5) que deve ser inalada. Toda a primeira inalação deve ser precedida do teste de de tolerância (aplicar por 15 segundos e esperar por 30 minutos se há reação adversa).

Para síndrome do cólon irritável Blumenthal e colaboradores(1998) propuseram uma dose diária de 0,6 mL em capsulas com resvestimento entérico, para não provocar pirose. Nove estudos clínicos que envolveram 366 pacientes indicaram que seis destes estudos houve benefícios significativos com o uso do óleo (Pittler, M. H. e colaboradores, 1998) também Hadley, S. K. e colaboradores, (2005).Em Portugal há a indicação do óleo de menta piperita em capsulas gastro-resistente (Colominte®) com 187 mg do óleo (Proença da cunha & Odete Roque, 2013). Nestes estudos não há a recomendação da ingestão do óleo diretamente.

Temos que lembrar que quando o óleo essencial entra na corrente sanguínea ela é produtos químicos como: mentol (entre 30 e 50%), mentona (entre 15 e 30%), iso-mentona (em torno de 8%), limoneno (até 5%). Portanto sem conhecimento e estudo não se aventure.